A logística pode gerar grandes desafios para os gestores de e-commerce. É preciso criar estratégias para oferecer ao seu cliente qualidade no atendimento, rapidez na entrega e, ao mesmo tempo, um preço competitivo.

Ela acaba influenciando – mais do que você imagina – a decisão de compra do consumidor e por isso você precisa estar atento para diminuir ao máximo os problemas de entrega das mercadorias aos seus clientes.

Para ajudar você nessa missão, separamos abaixo os 5 principais desafios da logística de e-commerce e mostramos como superá-los. Acompanhe!

Logística reversa

O produto não serviu? A embalagem chegou alterada? O pedido está errado? Essas são algumas questões consideradas comuns no comércio eletrônico. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, nas compras online, o consumidor tem o direito de se arrepender da compra e, dentro prazo determinado, devolver o produto.

O consumidor se sentirá mais seguro ao saber que a troca da mercadoria pode ser realizada. Sendo assim, é essencial que o seu e-commerce invista na logística reversa, pois a troca do produto não pode se tornar algo frustrante para o cliente.

Em hipótese alguma o consumidor pode ser prejudicado. Assim sendo, é de suma importância oferecer a ele um sistema de devolução e troca eficaz, para que não se sinta lesado.

Políticas de frete

Para garantir a satisfação do cliente e evitar prejuízos para o seu e-commerce, é importante criar uma política de frete que beneficie ambos os lados. Para isso, você precisa analisar para quais regiões e produtos é possível oferecer uma oferta de frete melhor ou otimizar as entregas.

Tendo isso em vista, é indispensável conhecer os detalhes de cada mercadoria e a popularidade delas em cada região. Dessa forma, você conseguirá estabelecer uma política diferenciada, como frete grátis, por exemplo.

Volume

Principalmente no início das atividades do e-commerce, as vendas costumam não ter um grande volume, o que é normal. Com isso, o gestor fica impedido de contratar uma transportadora, por exemplo, pois o volume de entregas não é suficiente para cobrir seus custos.

Nesse momento, é possível contar com a agência dos Correios, pois eles têm um alto volume de pedidos e podem contribuir para a logística do seu e-commerce.

Tipos de transporte

Como vimos no tópico anterior, é possível contar com as agências dos Correios para realizar a entrega dos produtos aos seus consumidores. Porém, com o passar do tempo, as vendas começam a aumentar e eles passam a não ser mais a melhor opção.

Portanto, antes de escolher o tipo de transporte, é importante levar alguns pontos em consideração como as taxas e prazos de entrega e se a transportadora atende a região de entrega.

Preço

O preço é um fator que pode interferir no seu planejamento financeiro se não for analisado da maneira correta. Se o seu e-commerce está no início de suas operações, ainda não tem um bom volume de vendas e vai aderir aos Correios como opção de entrega, é importante verificar junto à empresa prestadora dos serviços se existe a possibilidade de firmar um contrato, visando a obter um preço melhor para o envio dos seus produtos.

Agora, se a sua loja virtual já conta com uma boa saída de mercadorias, a negociação deve ser feita junto a uma transportadora, pois, nesse momento, é possível contar com preços mais acessíveis junto a elas.

Como vimos, a logística de e-commerce é o componente essencial para o crescimento da sua loja virtual. Ter uma boa estratégia faz com que o seu negócio se destaque de seus concorrentes. Vale ressaltar que você não precisa ficar desesperado com esses desafios diários, pois o consumidor é sempre beneficiado com serviços melhores, sob medida e com alta velocidade.

Gostou das nossas dicas? Aproveite a oportunidade, acesse o nosso artigo e confira 5 dicas incríveis para abrir um e-commerce. Boa leitura!